Pesquisa

Translate Site

Instagram

O JB está agora no Instagram. Siga-nos aqui!

↑   Voltar ao Topo   ↑

Investigação

A principal área de investigação do Jardim Botânico centra-se no estudo da flora mediterrânica. Através da Escola das Ciências da Vida e do Ambiente (ECVA) é possível desenvolver e integrar vários estudos de caracterização e monitorização da biodiversidade. O herbário desempenha aqui um papel de primordial importância, apresentando uma colecção de plantas secas prensadas de onde se está constantemente a extrair, utilizar e adicionar informação sobre cada uma das populações e/ou espécies conhecidas. Os resultados desta investigação serão posteriormente utilizados nos mais diversos ramos, desde a conservação até à ecologia, fisiologia, agronomia, etc..

A promoção de estudos e iniciativas no âmbito da ecologia está ao cargo do Laboratório de Ecologia Aplicada (LEA), através do apoio e da organização de projectos e cursos de especialização.

Áreas de Investigação


Biogeografia

Morfoecologia

A morfoecologia tem vindo a ser uma das áreas de investigação clássica no Jardim Botânico da UTAD. A correlação entre a variabilidade morfológica dos indivíduos e a climatologia e orografia dos locais onde estes vivem é um contributo fundamental para compreender a sua biologia, evolução e ecologia. Neste sentido são numerosos os projectos de investigação desenvolvidos com este fim, para diversos géneros (Dianthus, Lotus, Baldellia, Silene ou Scilla). O CITAB (Centro de Investigação e Tecnologias Agro-Ambientais e Biológicas) tem vindo a ser o financiador mais importante nesta área, juntamente com o ECOMED (Evolución, Taxonomía y Conservación de Plantas y Ecosistemas Mediterráneos) e, mais recentemente, pelo CIBIO (Centro de Investigação em Biodiversidade e Recursos Genéticos). Outras instituições têm participado também nestes projectos, tais como a Universidade do Porto, Universidade de Salamanca, Universidade de Sevilla ou a Universidade de Fribourg.

[Ver projectos em curso/concluídos nesta área]

Alterações climáticas

A introdução de cenários de alteração climática tem sido uma tarefa recente na investigação do Jardim Botânico da UTAD. Por esta razão só contamos neste momento com uma fonte básica de financiamento, a Fundação para a Ciência e a Tecnologia (FCT). Este financiamento corresponde a uma bolsa de doutoramento nesta área (SFRH/BD/43167/2008) e às verbas de investigação fornecidas pelo CITAB. Outro tipo de financiamento foi proporcionado através do CIBIO, e pela seguinte subcontratação relacionada com o programa SIMBION.

[Ver projectos em curso/concluídos nesta área]

Filobiogeografia

A contribuição de análises moleculares no estudo geográfico dos indivíduos tem vindo a ser a mais recente implementação na investigação do Jardim Botânico da UTAD. Como no caso anterior, o financiamento para a utilização destas metodologias também é mais recente. Neste âmbito não só contamos com a mesma bolsa de doutoramento (SFRH/BD/43167/2008), como também com a contribuição económica da empresa EDP.

[Ver projectos em curso/concluídos nesta área]


Conservação e divulgação

A conservação e a divulgação têm sido um dos pilares básicos na elaboração de projectos do Jardim Botânico da UTAD. O conhecimento da flora e a sua preservação sustentável são determinantes para um uso racional do recurso e, deste modo, para o desenvolvimento económico, social e cultural do país. Neste âmbito muitas têm sido as entidades financiadoras e os temas de estudo escolhidos.

[Ver projectos em curso/concluídos nesta área]


Partilhe esta página


Comentários