Laurus nobilis L.

Espécie
Laurus nobilis
Descritor
L.
Género
Família
Ordem
Sub-classe
Magnoliidae
Classe
Magnoliopsida
Sub-divisão
Magnoliophytina (Angiospermae)
Divisão
Spermatophyta
Tipo Fisionómico
Microfanerófito
Distribuição Geral
Região Mediterrânica
Nome(s) comum
Loireiro-vulgar
Loureiro
Loureiro-comum
Loureiro-dos-Poetas
Loureiro-vulgar
Louro
Sempre-verde
Habitat/Ecologia
Ripícola
Sinonimias
Não tem
Época Floração
Fevereiro - Abril
No JBUTAD
Sim - F3

Galeria de imagens

Fotografia de capa Laurus nobilis - do Jardim Botânico
Fotografia 1 da espécie Laurus nobilis do Jardim Botânico UTAD
Fotografia 2 da espécie Laurus nobilis do Jardim Botânico UTAD
Fotografia 3 da espécie Laurus nobilis do Jardim Botânico UTAD
Fotografia 4 da espécie Laurus nobilis do Jardim Botânico UTAD
Fotografia 5 da espécie Laurus nobilis do Jardim Botânico UTAD
Fotografia 6 da espécie Laurus nobilis do Jardim Botânico UTAD
Fotografia 7 da espécie Laurus nobilis do Jardim Botânico UTAD
Fotografia 8 da espécie Laurus nobilis do Jardim Botânico UTAD
Fotografia 9 da espécie Laurus nobilis do Jardim Botânico UTAD
Fotografia 10 da espécie Laurus nobilis do Jardim Botânico UTAD
Fotografia 11 da espécie Laurus nobilis do Jardim Botânico UTAD
Fotografia 12 da espécie Laurus nobilis do Jardim Botânico UTAD

Submissão de fotografias temporáriamente não disponível.

Distribuição em Portugal

 

Noroeste ocidental
Noroeste montanhoso
Nordeste ultrabásico
Nordeste leonês
Terra quente
Terra fria
Centro-norte
Centro-oeste calcário
Centro-oeste arenoso
Centro-oeste olissiponense
Centro-oeste cintrano
Centro-leste motanhoso
Centro-leste de campina
Centro-sul miocénico
Centro-sul arrabidense
Centro-sul plistocénico
Sudeste setentrional
Sudeste meridional
Sudoeste setentrional
Sudoeste meridional
Sudoeste montanhoso
Barrocal algarvio
Barlavento
Sotavento
Berlengas

Espécie de interesse florestal

Informação cedida por

Distribuição geral: Espécie nativa da Região Mediterrânica, mas naturalizada em vários locais da Europa.

Caracterização geral: Espécie sub-espontânea no litoral mediterrânico. Tem preferência por climas temperados-quentes ou temperados, porém sub-húmidos ou húmidos. O loureiro é uma essência robusta mas sensível ao frio. Trata-se de uma espécie de luz ou meia-luz. Agradece solos siliciosos, soltos, frescos, ou algo húmidos, de exposições abrigadas. É um arbusto de tronco direito, casca lisa e delgada, de cor verdejada, escamosa nas árvores velhas. A copa é densa e de bastante sombra. As raízes são grossas e em grande número, as quais originam bastantes rebentos. É uma espécie de crescimento rápido e pouco longeva. A regeneração é feita por semente, por rebentamento de toiça e pelos renovos nascidos nas proximidades dos loureiros procedentes dos rebentos de raiz.

Propriedades e utilizações: A madeira caracteriza-se por ser bastante dura, tenaz, pesada, aromática, homogénea, de cor acinzentada, não se distinguindo o borne do cerne. É, ainda, mosqueada, o grão é fino e pelas pequenas dimensões é usada em marcenaria para decoração. Atualmente a sua folha é também grandemente utilizada como condimento.

Faça download desta ficha em PDF

Ficha técnica da espécie
Laurus nobilis

Partilhe esta página

Poderá estar também interessado em

Cinnamomum camphoraCinnamomum camphora
(mesma família)

Ocotea foetensOcotea foetens
(mesma família)

Persea americanaPersea americana
(mesma família)

Persea indicaPersea indica
(mesma família)

Utilização das Imagens

Todas as fotografias do Jardim Botânico UTAD são publicadas sob uma licença CC BY-NC 4.0. Pode utiliza-las livremente, para fins não-comerciais, desde que credite o Jardim Botânico e o autor específico da fotografia caso exista. Para uso comercial ou utilização de alguma fotografia sem marca d'água queira entrar em contacto. Pode ver aqui todas as imagens da espécie Laurus nobilis.

Comentários