Polygala monspeliaca L.

Espécie
Polygala monspeliaca
Descritor
L.
Género
Família
Ordem
Sub-classe
Rosidae
Classe
Magnoliopsida
Sub-divisão
Magnoliophytina (Angiospermae)
Divisão
Spermatophyta
Tipo Fisionómico
Terófito
Distribuição Geral
Região Mediterrânica e SW da Ásia; naturalizada no C da Europa
Nome(s) comum
Não tem
Habitat/Ecologia
Terrenos incultos
Matagais
Sinonimias
Tricholophus monspeliacus (L.) Spach
Época Floração
Março - Agosto
No JBUTAD
Não existente.

Galeria de imagens

Fotografia de capa Polygala monspeliaca - do Jardim Botânico
Fotografia 1 da espécie Polygala monspeliaca do Jardim Botânico UTAD

Distribuição em Portugal

 

Noroeste ocidental
Noroeste montanhoso
Nordeste ultrabásico
Nordeste leonês
Terra quente
Terra fria
Centro-norte
Centro-oeste calcário
Centro-oeste arenoso
Centro-oeste olissiponense
Centro-oeste cintrano
Centro-leste motanhoso
Centro-leste de campina
Centro-sul miocénico
Centro-sul arrabidense
Centro-sul plistocénico
Sudeste setentrional
Sudeste meridional
Sudoeste setentrional
Sudoeste meridional
Sudoeste montanhoso
Barrocal algarvio
Barlavento
Sotavento
Berlengas

Faça download desta ficha em PDF

Ficha técnica da espécie
Polygala monspeliaca

Partilhe esta página

Poderá estar também interessado em

Polygala chamaebuxusPolygala chamaebuxus
(mesmo género)

Polygala exilisPolygala exilis
(mesmo género)

Polygala microphyllaPolygala microphylla
(mesmo género)

Polygala myrtifoliaPolygala myrtifolia
(mesmo género)

Polygala serpyllifoliaPolygala serpyllifolia
(mesmo género)

Polygala vulgarisPolygala vulgaris
(mesmo género)

Fallopia baldschuanicaFallopia baldschuanica
(mesma família)

Utilização das Imagens

Todas as fotografias do Jardim Botânico UTAD são publicadas sob uma licença CC BY-NC 4.0. Pode utiliza-las livremente, para fins não-comerciais, desde que credite o Jardim Botânico e o autor específico da fotografia caso exista. Para uso comercial ou utilização de alguma fotografia sem marca d'água queira entrar em contacto. Pode ver aqui todas as imagens da espécie Polygala monspeliaca.

Comentários