Você está aqui: Jardim Botânico > Biobase > Notícias do Recurso Natural > Município de Mêda estabelece parcerias com UTAD ...

Pesquisa

Translate Site

Instagram

O JB está agora no Instagram. Siga-nos aqui.

Voltar ao Topo

Município de Mêda estabelece parcerias com UTAD e ALTER-IBI

Publicado a 2016-02-23

No passado dia 18 de fevereiro decorreu no auditório do edifício das Geociências, na Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro (UTAD), a apresentação pública da ALTER IBI – Associação Transfronteiriça para o Desenvolvimento, estando presentes o Sr. Presidente da Câmara Municipal de Mêda, Dr. Anselmo Antunes de Sousa, o Sr. Pró-Reitor para os projetos estruturantes da UTAD, o Prof. Doutor Alberto Moreira Batista, o Sr. Prof. Doutor Rossano Bastos do IPHAN Brasil, a Srª Profª. Doutora Olinda Santana, da UTAD, a Srª. Profª. Doutora Mila Abreu, da Unidade de Arqueologia da UTAD e o Dr. Rui Tina Neto, Presidente da Associação Transfronteiriça ALTER IBI.

Queremos assim, em colaboração com a ALTER IBI e a UTAD, dar voz a uma plataforma de informação que junte essa enorme vontade por reconstruir o país a partir deste interior esquecido.

Da sombra do Larouco ou Montesinho, do planalto Mirandês ou da Figueira, desde a Malcata ou da Gardunha, de São Mamede à Ossa, desde o Caldeirão ou da Marofa e das terras do Côa às terras da Teja, muitos são os empreendedores que todos os dias lutam ignorados por um país que vive demasiado longe deles.

Nesta primeira sessão foi elaborado um esboço do protocolo de colaboração entre a autarquia da Mêda e a Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro com quem a ALTER IBI já trabalha há um ano, no sentido de promover a região, os seus produtos endógenos e a investigação científica da região.

Os grandes objetivos da ALTER IBI são, coordenar, representar, gerir, fomentar e defender a cooperação que na área transfronteiriça possam desenvolver as entidades sociais e/ou os coletivos e pessoas que representam, agrupam ou possam agrupar, promovendo projetos comuns que redundem em benefício dos mesmos, incluindo a apresentação de projetos a programas Comunitários previstos para as entidades e regiões transfronteiriças.

Favorecer a inovação e a investigação, com destaque para a investigação universitária e académica, promover o crescimento e desenvolvimento sustentável, assim como promover a educação, formação e transferência de conhecimento, dando especial prioridade à publicação de trabalhos de investigação, realização de filme e cinema documental e realização de “workshops” e congressos.

[Ligação de seguimento]

Voltar às notícias

Partilhe esta página

Comentários